1 de ago de 2013

Cornélio Procópio tem melhor IDH; Congonhinhas, Cúriuva, Sapopema, Santa Amélia e São Jerônimo, o pior


Entre os municípios do norte pioneiro, as cidades de Cornélio Procópio (0,759), Barra do Jacaré (0,744), Jacarezinho (0,743), Assaí  (0,728) e Bandeirantes (0,727) apresentam os cinco melhores desempenho no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do Brasil.
Já os piores desempenhos do norte pioneiro ficam por conta de Congonhinhas (0,668), Curiúva (0,656), Sapopema (0,655) Santa Amélia (0,653) e São Jerônimo da Serra (0,637).
De acordo com o "Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013", divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), a cidade com o IDHM mais elevado no país é São Caetano (SP). Já no Paraná os melhores índices são de Curitiba (que ficou em 10º lugar do Brasil), Maringá (23º) e Londrina (145º). A pior colocação paranaense é do município de Ortigueira, que ficou em 3927ª colocação entre os aproximados 5.550 municípios brasileiros.
Das 10 primeiras colocações do Paraná, além de Curitiba, Maringá e Londrina, as outras sete posições são de cidades do oeste e sudoeste do estado, como Quatro Pontes (3º lugar), Cascavel (4º), Pato Branco (5º), Francisco Beltrão (7º), Marechal Cândido Rondon (8º), Palotina (9º) e Toledo (10º). Nesse quesito, entre os melhores índices do Paraná, a região norte pioneiro deixou mesmo a desejar.

O IDH mede o nível de desenvolvimento humano de determinada região e vai de zero a um. Quanto mais próximo de zero, pior o desenvolvimento humano; quanto mais próximo de um, melhor. O índice considera indicadores de longevidade (saúde), renda e educação.
Cornélio Noticias 

Comente