Patrocinadores

Patrocinadores

3 de mai de 2016

Agência dos Correios de Santo Antônio do Paraíso é assaltada


O gerente de uma agência postal situada na Avenida Deputado Nilson Ribas acionou a Policia Militar onde informou que por volta das 09h50min a agência foi tomada em assalto, por dois elementos armados com revólver, vindo a subtraírem uma quantia em dinheiro de aproximadamente de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais). Realizaram diligências com o apoio de equipes de cidades vizinhas onde foi feito patrulhamento, mas sem êxito em encontrar os autores ate o presente momento.

30 de abr de 2016

Nota de Falecimento


Faleceu ontem (29/04) aos 82 anos de idade em Londrina a senhora Maria Russafa Ferreira, mãe do Zé Cateto.

Seu velório está sendo realizado na igreja O Brasil para Cristo e seu sepultamento será hoje às 14 horas no cemitério municipal.

A família enlutada agradece a todos que se fizerem presentes.

Prefeitura de Congonhinhas entrega kits de prevenção a H1N1 em Escolas Municipais


A Prefeitura Municipal de Congonhinhas através da Secretaria Municipal de Educação, a qual está sob a responsabilidade da Secretária Irene Lourdes de Carvalho, entregou no dia (29) o Kit de prevenção H1 N1 em todas as escolas municipais.

O Kit é composto por álcool em gel, sabonetes Anti Sépticos, toalhas e suportes para colocar álcool.

Geraldo Rodrigues

27 de abr de 2016

20ª Festa em Congonhinhas em Ação de graças pelas colheitas


Richa envia à Assembleia projeto que garante o maior salário mínimo do país


O governador Beto Richa encaminhou para a Assembleia Legislativa o anteprojeto de lei que propõe um reajuste de 11,08% no Piso Salarial do Paraná para 2016. A mensagem enviada nesta terça-feira (26) para a apreciação dos deputados estaduais estabelece valores que variam de R$ 1.148,40 a R$ 1.326,60, garantindo o salário mínimo paranaense no topo do ranking nacional. Com o reajuste, o menor salário a ser pago no Paraná será superior ao mínimo nacional em R$ 268,20. Hoje, o mínimo nacional é de R$ 880,00. 

Em 2016, pela sétima vez consecutiva, o Paraná terá o maior piso regional do país. Os novos valores começam a valer a partir do dia 1º de maio, quando é comemorado o Dia do Trabalho. 

A base de cálculo é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), mais a variação real do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. O valor do piso regional é ratificado pelo Governo do Estado e deve ser aprovado pelo Legislativo. 

DIÁLOGO – Segundo o diretor do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), Júlio Takeshi Suzuki Júnior, o Paraná é o único Estado que mantém diálogo aberto com a sociedade para a definição do índice de reajuste. “Em gestões passadas, era uma decisão unilateral, que geralmente prejudicava o setor produtivo. Agora, o Governo do Estado senta para decidir com patrão e empregado, com equilíbrio, sem penalizar a margem de lucro dos empresários e nem prejudicar o poder de compra do trabalhador”, afirmou Suzuki. 

De acordo com o superintendente estadual do Trabalho, Jorge Leonel de Souza, a negociação ocorreu de forma coletiva e democrática. “Foi uma discussão ampla e de consenso, que contou com a participação de representantes de trabalhadores, empresários e centrais sindicais”, disse Souza. 

FAIXAS - O novo salário mínimo é utilizado para regulamentar o salário de quatro categorias profissionais que não têm convenção nem acordo coletivo de trabalho, alcançando cerca de um milhão e meio de trabalhadores. 

Para o primeiro grupo, formado por trabalhadores empregados nas atividades agropecuárias, florestais e da pesca, o mínimo regional será de R$ 1.148,40. 

Empregados de serviços administrativos, trabalhadores dos serviços, vendedores do comércio e trabalhadores de reparação e manutenção, formam o segundo grupo, que tem o novo piso fixado em R$ 1.190,20. 

O terceiro grupo é composto por empregados da produção de bens e serviços industriais, que tiveram o salário reajustado para R$ 1.234,20. No quarto grupo estão os técnicos de nível médio, com piso mínimo estabelecido em R$ 1.326,60. 

A lei do novo piso regional não se aplica aos empregados que têm piso salarial definido em Lei Federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho e aos servidores públicos. 

MUDANÇAS – A nova legislação também define os critérios para o reajuste do piso regional do Paraná até 2020. Outra alteração proposta é a mudança na data-base, que será antecipada em um mês entre 2017 e 2020. Nesse período, o piso salarial do Paraná, será reajustado pelo mesmo percentual aplicado para o reajuste do salário mínimo nacional. 

A partir de 2021, a negociação se dará de forma tripartite entre as Centrais Sindicais e Federações Patronais, com a participação do Governo do Estado e acompanhamento do Ministério Público do Trabalho e da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho, Emprego e Previdência Social. O Conselho Estadual do Trabalho (CET) fará o monitoramento e avaliação da politica estadual de valorização do piso salarial do Paraná.
AEN

26 de abr de 2016

UP! Liss - Seu cabelo com efeito de progressiva! SEM FORMOL!



Peça já o seu!
(43) 8424-2206
(43) 8807-6572 - Whatsapp.

Conheça também a linha UP! Shampoo e Condicionador.
faça suas compras sem sair de casa!
 Solicite a visita de um consultor UP!.

CRAS - Convocação de crianças e adolescentes para aulas de teclado


Convocação

A Coordenação do CRAS em parceria, com a Secretaria de Assistência Social convoca as crianças e adolescentes que recebe Bolsa Família de Congonhinhas para as oficinas de teclado.
Oficinas de teclado..

*Segunda feira das 8:00 ás 9:00 e 10:00 ás 11:00 e 11:00 ás 12:00 

*Sexta feira das 8:00 ás 10:00 e 10:00 ás 12:00 e 13:00 ás 15:00 e 15:00 ás 17:00, aulas com o Professora Francine Ferri. As oficinas é de extrema importância para todos as crianças e adolescentes Beneficiários do Bolsa Família.

Oficinas de Violão:
*Segunda feira das 11:00 ás 12:00 e 15:00 ás 16:00
*Quarta feira das 8:00 ás 9:00 e 10:00 ás 11:00 e 11:00 ás 12:00 e 13:00 ás 14:00 e 15:00 ás 16:00.
*Sexta feira das 9:00 ás 10:00 e 14:00 ás 15:00, aulas com o Professor Maxwell. As oficinas é de extrema importância para todos as crianças e adolescentes Beneficiários do Bolsa Família. 

CRAS de Congonhinhas convida gestantes para participarem de oficinas de artesanato e atividades fisicas


O CRAS – (Centro de Referência de Assistência Social) de Congonhinhas convida as Gestantes do Município usuários da política de Assistência Social para participarem da oficinas do Grupo de Gestantes , onde estarão realizado oficinas de artesanato e atividades físicas receberão orientações da Equipe de Referência do CRAS e de Profissionais da Equipe de Saúde

Contamos com a participação de todas.

25 de abr de 2016

Prefeito Drº José Olegário juntamente com Dep. Tiago Amaral solicitam repasses para o transporte escolar



Na manhã desta segunda-feira (25/04), o prefeito José Olegário, acompanhado do deputado estadual Tiago Amaral, se reuniu com a secretária estadual da educação, Ana Seres Trento Comin, para solicitar o reequilíbrio de repasses para o transporte escolar no município de Congonhinhas. Atualmente, a prefeitura de Congonhinhas contrata uma empresa terceirizada com recursos próprios para atender ao transporte de alunos e a complementação do repasse pela Secretaria de Estado da Educação (Seed) iria auxiliar na economia do município. 
Na reunião, o deputado estadual Tiago Amaral reforçou a importância do recurso. "Apesar de não ser um tão município populoso, o atual repasse para o transporte escolar não comporta a necessidade do município de Congonhinhas, que apresenta uma grande extensão", relatou o deputado, que acompanhará o andamento da solicitação junto à Seed.

22 de abr de 2016

Nota de Falecimento



 Faleceu hoje, nesta cidade, aos 36 anos de idade, Isaias Viana de Brito, popular Passalá.
 Seu corpo está sendo velado na capela mortuária municipal.
 A Cerimônia de seu funeral será realizada às quatorze horas deste sábado, e logo em seguida, o sepultamento, que ocorrerá no Cemitério Municipal de Congonhinhas.
 A família enlutada agradece a todos que se fizerem presentes

Funerária Renascer
Avenida Manoel Ribas, 94, Centro.

21 de abr de 2016

Delator devolve R$ 32 milhões aos cofres públicos


O empresário Frank Geyer Abubakir, ex-presidente da Unipar, vai devolver R$ 32 milhões aos cofres públicos, como multa compensatória por participação no esquema de corrupção na Petrobras. O compromisso consta do acordo de delação premiada que Abubakir fechou com o Ministério Público Federal, homologado pelo STJ na semana passada. Os recursos engrossarão o caixa dos valores repatriados pela Lava Jato. Até o fim de março, já havia sido recuperado mais de R$ 500 milhões. As informações são da coluna Informe na Folha de Londrina.

20 de abr de 2016

Vacinação contra a gripe no Paraná começa nesta segunda


A campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira (25) em todos os municípios do Paraná. A partir da próxima semana, pessoas com mais de 60 anos, crianças de seis meses até cinco anos incompletos, gestantes, mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias e portadores de doenças crônicas podem procurar a Unidade de Saúde mais próxima para se vacinar.

“Entre idosos, gestantes e crianças, o Paraná totaliza mais de 2 milhões de pessoas. Nossa meta é vacinar, no mínimo, 80% dessa população de risco”, ressalta o coordenador estadual de Imunização, João Luís Crivellaro. Até esta quarta-feira (20), o Ministério da Saúde enviou 48% das doses disponibilizadas para o Estado.

O próximo lote com mais 90 mil vacinas está previsto para chegar até domingo (24). Até o fim da campanha, o Paraná deve receber quase 3 milhões de doses. A campanha também atinge outros públicos de risco, como trabalhadores de saúde, população indígena e privados de liberdade.

INDICAÇÕES – No caso da vacinação em portadores de doenças crônicas, como, por exemplo, diabéticos, cardiopatas ou doentes renais, é necessário apresentar indicação médica. Em doenças agudas febris moderadas ou graves recomenda-se adiar a vacinação até a resolução do quadro com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença.

A vacina também pode manifestar reações em pessoas com alergia ao ovo de galinha. “Por apresentar proteína do ovo na composição, ela não deve ser aplicada em quem tiver alergia severa à substância. Se a alergia é moderada, pode-se procurar um médico para avaliar a situação. Para garantir a segurança do paciente, a aplicação deve, neste caso, ser realizada em ambiente hospitalar”, explica Crivellaro. 

NÚMEROS – Os novos números de gripe, atualizados na terça-feira (19), foram divulgados pela Secretaria estadual da Saúde. Desde janeiro de 2016, o Paraná já registrou 103 casos de Influenza, dos quais 78 são de gripe A (H1N1). Os casos de H1N1 estão espalhados por 14 Regionais de Saúde (RS) no Estado.

Entre síndromes respiratórias agudas graves e síndromes gripais, os exames laboratoriais detectaram a presença do vírus na 2ª RS - Metropolitana (8 casos), 3ª RS - Ponta Grossa (3), 6ª RS - União da Vitória (3), 8ª RS - Francisco Beltrão (1), 9ª RS - Foz do Iguaçu (7), 10ª RS – Cascavel (4), 11ª RS - Campo Mourão (3), 12ª RS – Umuarama (3), 13ª RS – Cianorte (7), 14ª RS – Paranavaí (2), 15ª RS – Maringá (28), 17ª RS – Londrina (7), 18ª RS - Cornélio Procópio (1) e 22ª RS – Ivaiporã (1).

A Secretaria da Saúde também confirmou três novos óbitos por gripe no Estado. No total agora são cinco mortes por H1N1 no Paraná – em Foz do Iguaçu, Quitandinha e Umuarama, além das já confirmadas em Maringá e São José dos Pinhais.

AEN

19 de abr de 2016

Beto Richa anuncia 28,6 milhões para Unidades de Saúde, 115 mil para Congonhinhas



O governador Beto Richa anunciou nesta terça-feira (19), no Palácio Iguaçu, a liberação de R$ 28,6 milhões para a compra de equipamentos para Unidades de Saúde da Família de 249 municípios. Cada prefeitura receberá R$ 115 mil. Mesas clínicas, aparelhos de consultório odontológico, pinças, autoclaves, além de mobiliário, poderão ser adquiridos com os recursos.

“Estamos mais vez demonstrando o compromisso com a saúde pública de qualidade e com um atendimento mais ágil e humano”, afirmou o governador. “Nesse período de dificuldade econômica, é muito importante que o Estado apoie as prefeituras paranaenses com recursos para investimentos”, disse ele.

O recurso para a compra dos equipamentos é da Secretaria de Estado da Saúde, pelo programa de qualificação da atenção primária do SUS (ApSUS), criado pelo governador e que já destinou R$ 183 milhões para a construção, reforma ou ampliação de 503 unidades de saúde em todo o Estado.

Richa ressaltou a importância e a atenção que sua administração dá à área da saúde. “No nosso governo, a saúde vive um bom momento. Em quatro anos, investimos nesta área mais que o dobro do governo anterior. Isso mostra a responsabilidade com uma área que é essencial para população”, afirmou.

AGILIZAR - O secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, explicou que os recursos são liberados pela modalidade fundo a fundo, sem a necessidade burocrática de convênios. “É uma forma de agilizar para que os recursos cheguem logo às cidades”, disse ele, ressaltando que o valor é exclusivo para compra de equipamento médico, odontológico, de enfermagem e mobiliário para unidades.

“Saúde começa pela base, capacitando e estruturando a atenção básica. Assim é possível organizar todo o sistema de saúde. É dessa forma que o governo estadual trabalha, investindo nas cidades”, disse.

APOIO AOS MUNICÍPIOS - No começo do ano, o Estado repassou R$ 19 milhões para 156 municípios equiparem suas unidades de saúde. Além disso, foram repassados R$ 157 milhões para o custeio das unidades e até o final do ano serão destinados mais R$ 41 milhões. O total de é R$ 198 milhões em seis anos.

Ainda através do ApSUS, 35 mil profissionais de atenção primária estão sendo capacitados para suas funções. “Tudo para garantir a oferta de serviços de saúde mais qualificados para a população”, disse Caputo.

ADEQUADO E HUMANO - Medianeira, no Oeste do Estado, investirá R$ 115 mil em compra de equipamentos para cinco principais unidades de saúde da cidade. O prefeito Ricardo Endrigo disse que a falta de equipamentos compromete a qualidade do atendimento médico oferecido pela população. “Um dos itens que vamos providenciar é a instalação de ar condicionado. Nossa região é muito quente”, citou ele, como exemplo.

Endrigo destacou o apoio do Estado e disse que a prefeitura sozinha teria dificuldades para equipar as unidades. “É um investimento importante para que o médico e o enfermeiro consigam garantir ao usuário do SUS um atendimento mais adequado e humano”, afirmou.

BOX

PREFEITOS DESTACAM COMPROMISSO DO ESTADO

COM A QUALIDADE DO ATENDIMENTO NA SAÚDE

Com cinco mil habitantes, Quarto Centenário (Noroeste) receberá recursos para equipar a maior unidade de saúde da cidade, que realiza 18 mil atendimentos por ano.

O prefeito Reinaldo Krachinski disse que o Governo do Estado é fundamental para que o município possa investir em saúde durante esse período de queda de arrecadação.

“Os serviços de saúde são essenciais à população e o governo estadual nos dá toda atenção necessária para oferecermos um atendimento médico de qualidade”, afirmou. Ele citou, ainda, a compra de uma van e duas ambulâncias com recursos do Estado.

O prefeito de Carambeí (Campos Gerais), Osmar Chinato, também enalteceu o apoio do governo estadual para fortalecer o atendimento médico na cidade. “Tem sido fundamental para melhorar a qualidade do atendimento para nossa população”, disse. Duas novas unidades estão sendo construídas na cidade e uma ambulância foi comprada com recursos do Estado.

Com quatro mil habitantes, Leópolis (Norte Pioneiro) tem dificuldades para comprar equipamentos para as unidades de saúde, segundo a prefeita Cléa Bernardes. “Não teríamos condições de comprar esses equipamentos, que são fundamentais para a nossa população”, disse. O governo estadual já liberou R$ 240 mil para o município comprar ambulâncias e veículos para saúde.

PRESENÇAS - Participaram da solenidade o secretário da Casa Civil, Valdir Rossoni; o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano; o líder do governo na Assembleia Legislativa, Luiz Cláudio Romanelli; os deputados federais Luciano Ducci e Ricardo Barros, além de prefeitos, deputados estaduais e secretários municipais de saúde.


 115 Mil reais serão repassados para a Saúde do Município de Congonhinhas. 

AEN

17 de abr de 2016

Deputados aprovam prosseguimento do Impeachment de Dilma



Contrariando expectativas de uma votação acirrada, a Câmara dos Deputados acaba de aprovar a continuidade do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

A votação ainda não terminou. Mas 342 deputados (que é o mínimo necessário para aprovar o impeachment na Casa) já votaram pelo prosseguimento da ação.

Até o momento, (entre votos, abstenções e ausências) o governo contabiliza apenas 140 pontos contrários - 32 a menos do necessário para barrar o processo. 

Dos 25 partidos com representantes na Casa, 17 orientaram seus filiados a votar pela aprovação do impeachment.

Apenas 6 siglas (PT, PR, PCdoB, PSOL, PDT e PTdoB) defenderam a manutenção do governo Dilma. Rede e PEN liberaram sua bancada para votar conforme a consciência. 

A maior de todas as derrotas – até agora

É exatamente graças a problemas de conciliação com sua base que a presidente Dilma Rousseff (PT) convive, desde dezembro do ano passado, com a possibilidade de ver seu mandato abreviado.

Foi um membro do então principal partido aliado do governo - o presidente da Câmara, Eduardo Cunha - que partiu a iniciativa de aceitar o pedido de impeachment protocolado pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Jr e Janaína Paschoal.

Em tempo: a decisão de Cunha aconteceu poucas horas depois do PT definir votos contra o peemedebista na Comissão de Ética da Casa.

Desde então, o governo fez de tudo para aplacar tal sina.

Recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF), renegociou vantagens com a base aliada, escalou governadores e até o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que mesmo sem assumir o cargo de chefe da Casa Civil, tem coordenado, de um hotel de luxo em Brasília (DF), a força-tarefa para barrar o impeachment.

O resultado da votação de hoje conclui um ciclo de derrotas para o governo e a conduz ainda mais enfraquecida para o debate no Senado - com uma base aliada desfalcada e a credibilidade em xeque.

Muitos deputados favoráveis ao fim do mandato da presidente aproveitaram o microfone do plenário nos últimos três dias para reclamar da falta de traquejo político que definiu os seis anos do governo Dilma.

As queixas não poderiam ser mais pertinentes. Para além das pedaladas fiscais ou abertura de créditos suplementares, foi uma articulação política desastrada que conduziu a petista para o cenário atual. 

“[O processo de impeachment] é também uma ruptura com esse governo que não soube negociar”, afirma Humberto Dantas, professor do Insper e consultor da 4E Consultoria.

O que acontece agora? 


Com a aprovação na Câmara, o processo segue agora para o Senado, que deve abrir uma comissão para avaliar se o julgamento tem condições ou não de ser aberto. O colegiado tem 10 dias para elaborar um parecer.

Feito isso, é a vez dos senadores avaliarem a denúncia e decidir por maioria simples (41 dos 81 parlamentares) pela abertura do julgamento.

Se aprovado no Senado, a presidente Dilma Rousseff é afastada por um período de 180 dias. O vice-presidente Michel Temer assume o cargo.

No Senado, o julgamento é presidido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, e pode pendurar por no máximo seis meses. O impeachment é aprovado se dois terços dos senadores (54 dos 81) votarem a favor. 

Se Dilma for condenada, perde o mandato e se torna inelegível por oito anos. Se for absolvida, volta automaticamente ao cargo e recebe o valor que deixou de receber enquanto estava afastada.

Exame 

16 de abr de 2016

Congonhinhas é conhecida mundialmente com exportação da Avícola Catarinense/Granja Faria











Na noite de sexta-feira (15), houve no Centro Cultural de Congonhinhas, uma reunião de apresentação da Empresa Avícola Catarinense/Granja Faria, demonstrando 
os investimentos da empresa no município.
 Na reunião estiveram o prefeito Drº José Olegário, vice Osmarzinho, vereadores, secretários e o gerente de operação Givanildo Galdini, o qual apresentou a empresa para a comunidade congonhinhense que em peso se fez presente para conhecer a grande empresa instalada em Congonhinhas.
 Quando a gente vê uma coisa deste tamanho, até se assusta, tivemos que decidir rápido, pois outros municípios também queriam está empresa. Os terrenos e terraplanagens foi uma das contra partidas do município para a empresa, para conseguir realizar este projeto foi feito muita economia para se concretizar este grande investimento no município, nós calculamos que já gastamos 2 milhões de reais, oqual já estará recompensado pro município em cerca de 3 mês de arrecadação, eu costumo dizer que não vamos colher os frutos, mas colher os ovos, que também exportados para o exterior, vamos sofrer um pouco agora, mas lá na frente, já no próximo ano teremos resultados desse nosso empreendimento, discursa o prefeito de Congonhinhas, Drº José Olegário, o qual foi fundamental para que está empresa se instalasse em Congonhinhas.
  O Projeto Congonhinhas, titulado pela empresa, constitui de 1 Núcleo de Recria (Integrado com Paulo e Roberto Landgraf), 1 Recria própria (Em Obra). 4 Núcleos de produção (3 em Congonhinhas), 1 incubatório (Em Obra), 1 fábrica de ração e 1 armazenagem de cereais, gerando em torno de 180 empregos. Nós temos aqui na granja oque tem de mais moderno no mercado, podemos dizer que a empresa em tecnologia é uma das primeiras do Brasil, oque eu vi de novidade em uma feira dos Estados Unidos a gente tem na granja aqui.
  A Granja de 120.000 aves, consideramos esta granja de produção de ovos férteis de Congonhinhas a maior da América Latina.
 Das 8 granjas produtoras, somente Congonhinhas exporta, por causa da qualidade dos ovos produzidos aqui, os ovos produzidos em Congonhinhas são exportados para Venezuela, Senegal, Alemanha, Arábia Saudita e Africa do Sul, palavras de apresentação da empresa, feita pelo Gerente de Operação Givanildo Galdini.

Informações sobre o  Incubatório,  
capacidade para 2.016:
-Ovos mensal 8668.800.
-Pintos mensal 7.368.450.

Capacidade Futura:
-13.633.199 mil ovos mês.
-11.052.726 Pintos mensal.




Comente