19 de abr de 2016

Beto Richa anuncia 28,6 milhões para Unidades de Saúde, 115 mil para Congonhinhas



O governador Beto Richa anunciou nesta terça-feira (19), no Palácio Iguaçu, a liberação de R$ 28,6 milhões para a compra de equipamentos para Unidades de Saúde da Família de 249 municípios. Cada prefeitura receberá R$ 115 mil. Mesas clínicas, aparelhos de consultório odontológico, pinças, autoclaves, além de mobiliário, poderão ser adquiridos com os recursos.

“Estamos mais vez demonstrando o compromisso com a saúde pública de qualidade e com um atendimento mais ágil e humano”, afirmou o governador. “Nesse período de dificuldade econômica, é muito importante que o Estado apoie as prefeituras paranaenses com recursos para investimentos”, disse ele.

O recurso para a compra dos equipamentos é da Secretaria de Estado da Saúde, pelo programa de qualificação da atenção primária do SUS (ApSUS), criado pelo governador e que já destinou R$ 183 milhões para a construção, reforma ou ampliação de 503 unidades de saúde em todo o Estado.

Richa ressaltou a importância e a atenção que sua administração dá à área da saúde. “No nosso governo, a saúde vive um bom momento. Em quatro anos, investimos nesta área mais que o dobro do governo anterior. Isso mostra a responsabilidade com uma área que é essencial para população”, afirmou.

AGILIZAR - O secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, explicou que os recursos são liberados pela modalidade fundo a fundo, sem a necessidade burocrática de convênios. “É uma forma de agilizar para que os recursos cheguem logo às cidades”, disse ele, ressaltando que o valor é exclusivo para compra de equipamento médico, odontológico, de enfermagem e mobiliário para unidades.

“Saúde começa pela base, capacitando e estruturando a atenção básica. Assim é possível organizar todo o sistema de saúde. É dessa forma que o governo estadual trabalha, investindo nas cidades”, disse.

APOIO AOS MUNICÍPIOS - No começo do ano, o Estado repassou R$ 19 milhões para 156 municípios equiparem suas unidades de saúde. Além disso, foram repassados R$ 157 milhões para o custeio das unidades e até o final do ano serão destinados mais R$ 41 milhões. O total de é R$ 198 milhões em seis anos.

Ainda através do ApSUS, 35 mil profissionais de atenção primária estão sendo capacitados para suas funções. “Tudo para garantir a oferta de serviços de saúde mais qualificados para a população”, disse Caputo.

ADEQUADO E HUMANO - Medianeira, no Oeste do Estado, investirá R$ 115 mil em compra de equipamentos para cinco principais unidades de saúde da cidade. O prefeito Ricardo Endrigo disse que a falta de equipamentos compromete a qualidade do atendimento médico oferecido pela população. “Um dos itens que vamos providenciar é a instalação de ar condicionado. Nossa região é muito quente”, citou ele, como exemplo.

Endrigo destacou o apoio do Estado e disse que a prefeitura sozinha teria dificuldades para equipar as unidades. “É um investimento importante para que o médico e o enfermeiro consigam garantir ao usuário do SUS um atendimento mais adequado e humano”, afirmou.

BOX

PREFEITOS DESTACAM COMPROMISSO DO ESTADO

COM A QUALIDADE DO ATENDIMENTO NA SAÚDE

Com cinco mil habitantes, Quarto Centenário (Noroeste) receberá recursos para equipar a maior unidade de saúde da cidade, que realiza 18 mil atendimentos por ano.

O prefeito Reinaldo Krachinski disse que o Governo do Estado é fundamental para que o município possa investir em saúde durante esse período de queda de arrecadação.

“Os serviços de saúde são essenciais à população e o governo estadual nos dá toda atenção necessária para oferecermos um atendimento médico de qualidade”, afirmou. Ele citou, ainda, a compra de uma van e duas ambulâncias com recursos do Estado.

O prefeito de Carambeí (Campos Gerais), Osmar Chinato, também enalteceu o apoio do governo estadual para fortalecer o atendimento médico na cidade. “Tem sido fundamental para melhorar a qualidade do atendimento para nossa população”, disse. Duas novas unidades estão sendo construídas na cidade e uma ambulância foi comprada com recursos do Estado.

Com quatro mil habitantes, Leópolis (Norte Pioneiro) tem dificuldades para comprar equipamentos para as unidades de saúde, segundo a prefeita Cléa Bernardes. “Não teríamos condições de comprar esses equipamentos, que são fundamentais para a nossa população”, disse. O governo estadual já liberou R$ 240 mil para o município comprar ambulâncias e veículos para saúde.

PRESENÇAS - Participaram da solenidade o secretário da Casa Civil, Valdir Rossoni; o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano; o líder do governo na Assembleia Legislativa, Luiz Cláudio Romanelli; os deputados federais Luciano Ducci e Ricardo Barros, além de prefeitos, deputados estaduais e secretários municipais de saúde.


 115 Mil reais serão repassados para a Saúde do Município de Congonhinhas. 

AEN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente