21 de jun de 2014

Na classificação geral do Firjan, Congonhinhas fica lá em baixo.


Lis Sayuri
O município de Joaquim Távora ficou em primeiro lugar na classificação geral do Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) para a mesorregião do Norte Pioneiro. O levantamento com todos os municípios do País, tendo por base as informações do ano de 2011, foi divulgado há poucos dias. Joaquim Távora teve o melhor resultado nos indicadores educação e saúde, enquanto Cornélio Procópio, que ficou em segundo lugar, teve melhor desempenho no indicador emprego e renda. 

Congonhinhas como de "costume", ficou nas ultimas posições do ranking, ficando atrás dos municípios vizinhos Nova Fátima e Santo Antônio do Paraíso. Mesmo estando lá em baixo, Congonhinhas está entre os 45 com crescimento moderado.

A região como um todo avançou 7,1% no índice Firjan entre os anos de 2005, quando foi feito o primeiro estudo, e o ano base de 2011, que serviu de referência para os indicadores divulgados recentemente.

Entre os 49 municípios, a maioria apresentou evolução nos índices, enquanto nove tiveram redução nos indicadores. O pior resultado ficou para Barra do Jacaré, que teve queda de 13% no período.

O IFDM é dividido em quatro categorias, variando entre zero e um. A categoria alto desenvolvimento é para os municípios que ficaram com pontuação acima de 0,8; a categoria desenvolvimento moderado entre 0,6 e 0,8; a categoria desenvolvimento regular entre 0,4 e 0,6; e a baixo desenvolvimento para os municípios que apresentam índices abaixo de 0,4.

Dos 49 municípios da região, 45 estão na faixa de desenvolvimento moderado e apenas quatro na categoria de desenvolvimento regular. Nenhum município alcançou a categoria alto desenvolvimento, nem ficou na categoria baixo desenvolvimento.

Ainda analisando as categorias, entre os anos de 2005 e 2011, 13 municípios melhoraram de posição, passando da categoria desenvolvimento regular para a categoria desenvolvimento moderado. Os dois exemplos mais expressivos são os municípios de Ribeirão Claro, que teve um aumento de 26,6% no período, e de Sapopema, que teve um aumento de 29,6%. Apesar do avanço, Sapopema permaneceu entre os 10 com os piores da região em 2011. Em 2005, o município teve o pior desempenho na região.

E os municípios de Conselheiro Mairinck, São Jerônimo da Serra e Curiúva, que estavam na categoria desenvolvimento regular em 2005, permaneceram na mesma categoria em 2011.

A média dos municípios do Norte Pioneiro no IFDM neste ano ficou em 0,6757, um pouco abaixo da média nacional dos municípios, que foi de 0,6979. Apenas 17 dos 49 municípios da região ficaram acima da média nacional. 


National Noticias com Folha de Londrina

Comente