23 de mar de 2014

Veículo Chinês sairá por menos de R$ 20 Mil


Montadora chinesa Chery prepara o lançamento de uma versão mais em conta do importado QQ

Fotos: Divulgação
Hatch terá motor 1.0 três cilindros a gasolina, com cerca de 70 cv de potência
QQ chama a atenção pelo pacote de equipamentos de série
Compacto chegará às lojas em maio
São Paulo - Prestes a iniciar sua produção nacional de carros, a montadora chinesa Chery prepara o lançamento de um carro abaixo de R$ 20 mil. Não será um produto novo, mas, sim, uma versão mais em conta do importado QQ.

O compacto chegará às lojas em maio e terá motor 1.0 três cilindros a gasolina, com cerca de 70 cv de potência. Dessa forma, entrará na faixa de Imposto sobre Produtos industrializados (IPI) com alíquota de 3%, inferior aos 9% cobrados sobre o QQ 1.1, que sai por R$ 23.990 e é atualmente o veículo de passeio mais barato do País.

O nacional mais barato é o Fiat Palio Fire duas portas, vendido a R$ 24.490.

O objetivo da Chery é vender o hatch chinês por menos de R$ 20 mil. A marca fez essa experiência em setembro de 2013, quando reduziu o valor do carro para R$ 19.990. As vendas foram restritas a 600 unidades que estavam no estoque, mas serviram para testar a reação do público.

Apesar do projeto ultrapassado, o QQ chama a atenção pelo pacote de equipamentos de série. A versão mais em conta deverá perder alguns itens, mas a fabricante não confirma quais serão os equipamentos ausentes.

A fábrica da Chery em Jacareí (SP) dará início à produção no segundo semestre.

Os primeiros modelos nacionais serão as versões hatch e sedã do compacto Celer 1.5 flex, que terá diversas mudanças visuais em relação aos importados vendidos atualmente no País por a partir de R$ 31.990. No ano que vem, a nova geração do QQ também será feita no Brasil.

O complexo industrial terá capacidade para fabricar 150 mil unidades por ano, o que obriga a empresa a aumentar sua participação. Após um 2013 difícil, com 8 mil emplacamentos, a Chery espera comercializar cerca de 30 mil carros neste ano. Foram investidos cerca de US$ 400 milhões na construção da unidade de Jacareí. No futuro, a montadora terá fábrica de motores na região, em que deve investir mais US$ 130 milhões.
Eduardo Sodré
Folhapress-FOLHA DE LONDRINA

Comente