12 de dez de 2013

Papa Francisco é eleito a pessoa do ano pela revista TIME

O Papa Francisco foi eleito nesta quarta-feira (11) pela revista americana Time como Pessoa do Ano. A santidade foi creditada pela mudança na mensagem da Igreja Católica ao mesmo tempo em que capturou a “imaginação de milhares” que estavam desiludidos com o Vaticano. O editor da Time, Nancy Gibbs, disse que o Papa mesmo em seus nove meses no cargo conseguiu realmente mudar “o tom daquilo que emana do Vaticano”. “Ele está dizendo ‘nós temos a ver com a missão de cura da igreja, e não com o trabalho de policiamento teológico’”, completou ele ao anunciar o escolhido no programa TV “Today”. O ex-prestador de serviço da Agência Nacional de Segurança dos EUA, Edward Snowden, junto com o ativista pelos direitos homossexuais Edith Windsor na conquista do prêmio. Outros finalistas foram o presidente sírio, Bashar al-Assad, e o senador norte-americano do Texas Ted Cruz. “O que faz esse papa tão importante é a velocidade com a qual ele capturou a imaginação de milhões que haviam desistido de ter qualquer esperança pela Igreja”, publicou a revista em sua página na internet. Em um comunicado lido no “Today”, o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse que “o Santo Padre não está em busca de se tornar famoso ou receber honrarias. Mas se a escolha de Pessoa do Ano ajudar a disseminar a mensagem do evangelho -uma mensagem do amor de Deus por todos- ele certamente ficará feliz.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente