16 de ago de 2013

Manifestante que quebrou imagem de Nossa Senhora perde a memória em acidente


Durante a visita do Papa Francisco ao Brasil, vários manifestantes contrários à igreja católica e a realização da jornada mundial da juventude, fizeram manifestações em pontos próximos ao evento. A mais polêmica foi causada por um grupo que quebrou imagens de Nossa Senhora e crucifixos em Copacabana (foto e vídeo). Em outro ponto, José Carlos Navalha, 22 anos, quebrou e pisoteou uma imagem de Nossa Senhora durante um ato próximo ao local onde o Papa estava hospedado. Ele e dois amigos filmaram e postaram os vídeos em suas páginas nas redes sociais.

No último domingo, José Carlos e um grupo de amigos voltavam de uma festa na baixada fluminense, quando o carro em que eles estavam bateu no meio fio e capotou. Dieferson Soares da Cunha Marchado, 21, Geisylane Aparecida Carvalho, 22 e Anaílton Cunha Marchado, 25, tiveram apenas ferimentos leves. Segundo testemunhas o motorista apresentava sinais de embriaguez e fugiu do local logo após a batida. José Carlos estava no banco do passageiro e foi levado desacordado para o hospital. Ele acordou por volta das oito horas de segunda, desorientado e não se lembrava de nada, nem mesmo do próprio nome. Os médicos o submeteram a uma série de exames onde foi constatado que ele sofria de Amnésia Retrógrada. A família não quis comentar o caso, apenas lamentou o ocorrido e disseram desconhecer a participação do jovem nas manifestações.
Recadonet

Comente