2 de out de 2015

Projeto cria a Região Metropolitana de Cornélio Procópio‏

Em breve, 18 municípios do Norte Pioneiro deverão formar a Região Metropolitana de Cornélio Procópio (RMCP). É o que prevê um projeto de lei protocolado nesta semana na Assembleia Legislativa pelos deputados Luiz Claudio Romanelli (PMDB), líder do governo do legislativo, Pedro Lupion (DEM), Tiago Amaral (PSB) e Tercílio Turini (PPS).

Segundo o deputado Romanelli, a criação da RMCP se justifica pois amplia o acesso da região a políticas públicas e o desenvolvimento homogêneo de todos os municípios. “É uma demanda que já vem sendo solicitada por lideranças há tempos e que vem para ampliar o desenvolvimento de todos esses municípios”, analisa. Para Romanelli, a região metropolitana otimiza principalmente os investimentos feitos pelo governo do estado.

Por serem áreas com população maior, as regiões conseguem financiamentos que os municípios não teriam individualmente. Com a estreita proximidade às grandes cidades, os pequenos municípios reforçam o status e passam a ter mais oportunidades e a desigualdade entre as cidades tende a diminuir.

A integração do transporte coletivo e de sistemas de saneamento básico e o maior acesso aos serviços públicos também são benefícios para a população dessas regiões.

Desenvolvimento - Na justificativa do projeto, os deputados lembram ainda que haverá o incremento e racionalização aproveitando-se ao máximo os recursos públicos, dos recursos naturais, culturais, proteção do meio ambiente, integração do planejamento e execução de funções públicas de interesse comum aos entes públicos que atuam na região promovendo ainda a redução das desigualdades sociais e regionais.

“Os municípios que compõem a Região Metropolitana proposta tem uma vida econômica e social interligada por fatores dos mais diversos, como a presença de Universidades, Faculdades, Cooperativas, indústrias, a forte tradição agropecuária, os serviços e o comércio”, completa.

Municípios - A Região Metropolitana de Cornélio Procópio deve ser constituída pelos municípios de Cornélio Procópio, Bandeirantes, Congonhinhas, Itambaracá, Leópolis, Nova América da Colina, Nova Fátima, Nova Santa Bárbara, Rancho Alegre, Santa Amélia, Santa Cecília do Pavão, Santa Mariana, Santo Antônio do Paraíso, São Jerônimo da Serra, São Sebastião da Amoreira, Sapopema, Sertaneja, e Uraí.

Com isto, serão oito as regiões metropolitanas no Paraná: Curitiba, Umuarama, Londrina, Maringá, Apucarana, Campo Mourão, Cascavel e Toledo.

Um comentário:

Comente