14 de out de 2015

Presos tentam fugir escavando túnel de 8 metros de extensão em Ibaiti

Gilson Sarrafho
Gilson Sarrafho
Uma fuga cinematográfica foi evitada por agentes da Polícia Civil na noite desta segunda-feira (12), na cadeia da 37ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Ibaiti.

Cinquenta e sete detentos que ocupam a galeria principal do presídio escavaram um túnel de aproximadamente 8 metros de extensão e 60 cm de altura em uma das celas.

A cela ficou totalmente coberta pela terra retirada do buraco que tem saída para a calçada do lado externo do prédio passando por baixo do pátio do solário. No túnel havia até energia elétrica. Lâmpadas para iluminação e um ventilador foram encontrados pelos policiais.

Os presos utilizaram uma barra de ferro, possivelmente retirada de uma grade para escavar o buraco. A ação rápida dos agentes de plantão ao perceber a movimentação dos presos evitou uma fuga em massa. “O túnel já estava praticamente concluído e tudo leva a crer que os presos tentariam fugir ainda nesta noite”, disse a investigadora Márcia, uma das policiais que estava no plantão.

Ao perceber a tentativa de fuga os agentes acionaram reforços da Polícia Militar e da Rotam de Jacarezinho que rapidamente isolaram o local. Quatro presos foram flagrados dentro do túnel.

A polícia acredita que os detentos podem ter começado a escavar o buraco na sexta-feira (9) e se estendido pelo final de semana quando o efetivo policial na Unidade é reduzido. As chuvas que caem em Ibaiti nos últimos dias também ajudou o trabalho dos bandidos. Com muita umidade a terra molhada facilitou a escavação.

O delegado Pedro Dini Neto acompanhou toda a operação para retirada dos presos do local para isolamento da cela com o buraco. “Graças ao trabalho rápido dos policiais de plantão nenhum preso conseguiu fugir”, disse o delegado.

82 presos ocupam hoje a carceragem da DRP de Ibaiti que tem capacidade para 19 detentos. O delegado instaurou inquérito policial para apurar a tentativa de fuga.

Informe Policial 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente