12 de jul de 2014

Estudo do Facebook mostra migração de fãs durante a Copa

Uma análise feita pelo Facebook mostra a migração de fãs durante a disputa da primeira fase até as semifinais da Copa do Mundo. O estudo analisa as postagens de mais de 300 milhões de pessoas e mostra de onde são os torcedores que apoiaram cada seleção em cada fase.
Análise feita pelo Facebook mostra a migração de fãs durante a Copa do Mundo (Foto: Reprodução/Facebook)Análise mostra a migração de fãs durante a Copa do Mundo (Foto: Reprodução/Facebook)
Na semifinal contra a Alemanha, por exemplo, 70% das publicações de apoio à seleção brasileira foram de internautas brasileiros. Outros 16% são originários da Colômbia, contra 3% vindos de torcedores da Argentina, 3% da Alemanha e 3% da Costa Rica.
No caso da Alemanha, a análise mostra um panorama diferente. A maioria das postagens de apoio aos alemães é de torcedores da Colômbia (45%). Outros 19% vieram de usuários no Brasil, seguido por 11% da Alemanha, 8% da Argentina e 7% da Costa Rica.
No outro jogo da semifinal, a Argentina recebeu 25% de apoio dos seus conterrâneos, 44% da Colômbia, 15% do Brasil e 5% da Alemanha. Rival dos argentinos no jogo, a Holanda conquistou 33% de apoio da Colômbia, 26% do Brasil e 12% de seus próprios torcedores.
Em geral, nas semifinais, o efeito continental foi marcante no apoio para brasileiros e argentinos. No caso da seleção brasileira, 92% dos seus apoiantes eram de um país latino-americano, enquanto, no caso da Argentina, o percentual chegou a 90%.
Para a final, dados preliminares indicam uma tendência de apoio global a favor da Alemanha (55% contra 45%). Segundo o Facebook, apesar da derrota de 7 a 1, 71% dos usuários brasileiros têm demonstrado apoio à Alemanha, contra 29% para a Argentina.
Os alemães também contam a torcida dos holandeses, que tiveram sua seleção eliminada pela Argentina. Até agora, 81% têm feito postagens a favor da Alemanha, contra 19% para a Argentina. Nos EUA, há uma divisão, com 50% de apoio para cada seleção finalista.
G1

Comente