1 de jul de 2015

Jogos da Juventude do Paraná são cancelados


Os Jogos da Juventude do Paraná (Jojup’s) não serão realizados este ano em virtude do atraso no calendário escolar provocado pela greve de 49 dias dos professores da rede estadual. A decisão partiu da Secretaria de Estado do Esporte e do Turismo.

Em comunicado divulgado ontem, a Secretaria destaca que nas 14 cidades sedes dos Jojup’s, nas fases Regional e Final – Divisões A e B, as escolas estaduais servem como alojamento dos participantes e para isso as aulas precisariam ser interrompidas, o que causaria problemas no cumprimento dos conteúdos curriculares exigidos e na presença de alunos e professores nas salas.

De acordo ainda com Secretaria, algumas associações de municípios se manifestaram oficialmente contrários à realização dos Jogos em razão da greve dos professores. O comunicado foi assinado pelo diretor Geral, Alberto Martins de Faria, e pelo coordenador de Esportes, José Alberto de Campos.

O técnico do time de basquete masculino de Londrina, Bruno Lopes, lamentou o cancelamento da competição e teme pelo futuro de muitos atletas. "Ficamos todos muito chateados e principalmente os atletas do último ano, os sub-18, que agora não terão mais competição para disputar. A cidade de Londrina tem muita tradição nos Jojup’s e é uma competição aguardada durante todo o ano", ressaltou o treinador.

O presidente da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Vilmar Caus, comparou os Jogos da Juventude como a Copa do Mundo do esporte paranaense e afirmou que o cancelamento da competição causa tristeza em toda a comunidade esportiva. "O Jojup’s tem muito prestígio no Estado, porque vincula a prática esportiva com a pedagogia. É o ponto alto já que o atleta vai integrar a seleção da sua cidade", apontou.

De acordo com Caus, o cancelamento dos Jojup’s não atrapalha a filosofia de disseminação esportiva na cidade e nem vai prejudicar as modalidades que firmaram convênios com o município, através do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe), para a disputa dos Jogos da Juventude, em um valor total de r$ 650 mil. "A parceria, entre a prefeitura, as associações e os técnicos é para o desenvolvimento do esporte como formador em toda a cidade e isso não se faz de um ano para o outro", relatou.
Lucio Flávio Cruz
Reportagem Local-folha de londrina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente