25 de jan de 2014

Santos bate o Corinthians em Pacaembu lotado e é tricampeão da Copinha

Serginho comemora após marcar seu gol diante do Corinthians na final da Copinha
Serginho comemora após marcar seu gol diante do Corinthians na final da Copinha
Em final quente no Pacaembu, o Santos conquistou o seu tricampeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com mais de 30 mil pessoas no estádio, o time praiano conseguiu abrir a vantagem sobre o Corinthians no primeiro tempo, segurou o adversário no segundo e ganhou a partida por 2 a 1 na manhã deste sábado, aniversário da capital paulista.
Antes do jogo, o clima era de tensão. Durante a semana a diretoria santista se revoltou com a Federação Paulista, que decidiu dar mais ingressos para os torcedores corintianos. Depois de um ofício enviado para a entidade, o alvinegro praiano conseguiu mais entradas - nem todas foram vendidas. Por causa disso e da rivalidade entre os dois havia um receio grande de que o Pacaembu virasse, outra vez, palco de guerra. Mas quente mesmo foi só o tempo desta manhã deste sábado, com mais de 30 graus na capital.
Dono da melhor campanha da Copinha, o Santos terminou o campeonato invicto, com 100% de aproveitamento também na primeira fase, com três vitórias. O Corinthians também chegou sem perder até a final, mas com um empate no primeiro jogo da competição, contra o Remo, em 1 a 1.
O jogo
Gaztea Press
Corinthians não conseguiu parar o forte ataque adversário
Corinthians não conseguiu parar o forte ataque adversário
O primeiro tempo foi de domínio completo do Santos. Em manhã inspirada de Diego Cardoso e Stéfano Yuri, o time pressionou desde o início. Com belo toque de bola entre os dois e finalização de Jorge Eduardo, a equipe quase abriu o placar.
Pouco depois, Diego Cardoso entrou no meio de toda defesa corintiana, chutou rasteiro, mas encontrou Henrique.
Aos 21, o primeiro gol. De novo com eles. Stefáno Yuri recebeu pela direita, invadiu a área e tocou na saída do goleiro. A bola estava entrando e Diego Cardoso chegou para empurrar para as redes. Com de artilheiros da competição: cada um tem nove gols na competição.
Logo na saída de bola do time do Corinthians, um branco, direto para a lateral. Demonstração de nervosismo dos garotos que também deram show durante toda a 45 edição da Copinha.
Gaztea Press
Destaque santista, Diego Cardoso deixou sua marca na decisão
Destaque santista, Diego Cardoso deixou sua marca
O time "da casa" ainda tentou, com várias jogadas do volante Ayrton, o que mais chegava perto da área. Sem sucesso.
Aos 30, o segundo do Santos. Yuri achou um lindo passe para o 10 da Vila Belmiro, que bateu na saída do goleiro. Mais um gol bonito.
Fim do primeiro tempo, Corinthians com muitas dificuldades de achar espaço.
A segunda etapa ficou ainda mais quente. Santos voltou do intervalo dominando de novo, mas cansou e deu chances para os adversários. Pressionando quase o tempo todo, Corinthians enfim encontrou o gol da reação. Com cruzamento da direita, a bola sobrou pra o garoto Malcon, de apenas 16 anos, que chutou de esquerda para o fundo da rede.
A torcida de animou e voltou a gritar mais forte. Uma pequena confusão na torcida ainda gerou preocupação, mas foi contida rapidamente.
O Corinthians tentou até o fim, mas não conseguiu. Sob os olhares da diretoria, com a presença do presidente Mario Gobbi, os garotos da base não acharam o segundo gol para levar a partida aos pênaltis.
Ainda no final, o goleiro Henrique foi expulso pelo juiz por causa de um empurra-empurra dentro da área santista, quando tentava ajudar o time a fazer um gol.
Veja a campanha do campeão Santos na Copinha 2014:

Fase de grupos
Santos 8 x 0 Alecrim
Santos 2 x 0 Capital
Santos 3 x 1 Criciúma

Segunda fase
Santos 4 x 0 Kashiwa Reysol

Oitavas
Grêmio Osasco 1 x 4 Santos

Quartas
Taboão da Serra 0 x 3 Santos

Semifinal
Santos 3 x 0 Atlético-MG

Final
Corinthians 1 x 2 Santos

Fonte: ESPN 

Comente