10 de jan de 2014

Ocorrências Policiais / 18º Batalhão

Cornélio Procópio:
LESÃO CORPORAL: Por volta das 16 horas a Equipe da Polícia Militar deslocou até a Rua J. K, onde em contato com o Sr. L. A. , este veio a nos relatar que tinha acabado de chegar de  viagem e encontrou o seu filho, viciado em drogas e já conhecido no meio Policial, identificado como L.;  L. pediu dinheiro ele diante da recusa de L. A., passou a agredi-lo com socos e chutes, causando-lhe vermelhidão pelo corpo, L. A. manifestou o interesse em representar sobre o fato, em abordagem a L. este veio a resistir a abordagem dizendo estar em sua Casa e fazendo força contraria aos policiais, o que obrigou uso de Força moderada e emprego de algemas, diante do exposto foi dada Voz de prisão a L. e o mesmo foi encaminhado a 11ª Departamento de Policia para  Providencias. 

DROGAS PARA O CONSUMO PESSOAL: Através de solicitação no telefone 190 Da Policia Militar, fora solicitado pelos agentes do Secat/Ccproc, um apoio, haja visto que teriam sido passadas informações tanto a central do 190, quanto diretamente aos funcionários da cadeia Pública, que uma mulher estaria levando substância entorpecente em suas partes genitais, e que esta atenderia pelo nome de G. e iria para realizar visita à um detento que seria seu irmão. Quando fora dado início ao horário de visita, é de regulamentação dos Agentes Carcerários que sejam realizadas revistas pessoais e em seus bens para que os visitantes possam prosseguir, e quando uma das agentes fora prosseguir com tal procedimento, uma visitante dispensara algo no intuito de ludibriar esta. Verificado o que era, o objeto seria um cigarro de substância análoga à maconha. Como havia a informação da droga na pessoa supracitada, fora encaminhada a Santa Casa local a pessoa de G. para passar por exame ginecológico e raio x na região abdominal. Como nada fora encontrado, fora encaminhada a sede da 1ª Companhia da Polícia Militar para lavratura de termo circunstanciado.
Obs.: Segundo relato da agente J., e outros funcionários do local, G. desacatou de inúmeras formas a funcionária do Secat. 

Bandeirantes:
INFRAÇÃO DE TRÂNSITO: A Equipe Policia Militar realizando bloqueio de transito, na Rua Cyríaco Russo, de frente a Praça S. A. A. E. abordou um veiculo VW/Gol prata, placas AQA-7185. E após abordagem constatou que o condutor do veiculo G. C. S não possuía CNH, sendo lavrado as notificações cabíveis. 

DESOBEDIÊNCIA POR ORDEM JUDICIAL: A Equipe da Policia Militar foi solicitada via 190, onde de acordo com a solicitante, K.F. (37 anos) ao qual a mesma informou que possui uma medida de proteção, contra seu ex esposo A. M. (39 anos), e que este estaria de frente a sua casa tentando entrar no quintal da residência. No local a Equipe da Policia Militar constatou que A. estava tentando abrir o portão da residência, sendo feito contato com K. que apresentou a medida de proteção de nº. 2012.569-4. Feito contato com o plantão do Departamento de Policia de Bandeirantes que informou que para tais fatos o procedimento seria somente a lavratura do Boletim de Ocorrência. Diante do exposto foi lavrado o Boletim de Ocorrência por desobediência a ordem judicial e “A”. Foi liberado.

Barra do Jacaré:
FURTO QUALIFICADO: Após solicitação via telefone a Equipe de Serviço deslocou até o Posto de Saúde Municipal onde havia informação de que um individuo de nome M. havia furtado peças de uma ambulância que estava no pátio do referido local. Em contato com o Sr. V. B. O., funcionário do Posto de Saúde, o mesmo relatou que M. chegou até sua pessoa e pediu um saco para que o mesmo pegasse latinhas, sendo fornecido ao mesmo o referido. Posteriormente M. foi visto por outros funcionários saindo do fundo do prédio com um saco na costa e contendo em seu interior algum objeto. Ao conferir as peças da ambulância, a qual esta com o motor desmontado, notou-se a falta de uma das peças. Diante das informações a Equipe saiu a procura de M. o qual foi localizado próximo a uma revenda de ferro velho e em sua posse  um saco branco de nylon contendo em seu interior algumas latinhas, fios de cobre e a peça do motor da ambulância marca Renault. Perguntado a M. onde teria pego a referida peça confessou ter sido de dentro da referida ambulância e que achou que era ferro velho e que não haveria problemas e subtraí-la. Diante do fato foi dado voz de prisão ao mesmo e conduzido ao Departamento de Policia, juntamente com o objeto oriundo do crime, para lavrar prisão em flagrante. 

Comente