17 de jan de 2014

Comércio paranaense expande vendas e fica acima da média nacional


As vendas do comércio varejista apresentaram desempenho positivo no ano passado, em todos os indicadores, conforme demonstra a Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE e divulgada nesta quinta-feira. Houve aumento em novembro, no acumulado do ano e nos doze meses encerrados em novembro. A economista Ana Silvia Martins Franco, do Núcleo de Macroeconomia e Conjuntura do Ipardes, o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social, afirma que a expansão do comércio do Paraná exprime a maior disponibilidade de renda da população. //SONORA ANA SILVIA// Em novembro, o faturamento real, com desconto da inflação, na definição ampliada da pesquisa, que contempla, além do varejo, as atividades de veículos, motos, partes e peças e de materiais de construção, expandiu 9,2% em relação a novembro de 2012. A pesquisa ainda mostra que o desempenho do Estado foi melhor que o do Brasil, que ficou em 5,7% no período. No mês de novembro, o resultado foi puxado principalmente pelo aumento nas vendas de livros, jornais, revistas e papelaria, além de eletrodomésticos, combustíveis e lubrificantes, artigos farmacêuticos e de perfumaria. Para Ana Silvia, as vendas associadas às comemorações do final do ano passado contribuíram para o crescimento nas vendas no mês de novembro. //SONORA ANA SILVIA// No acumulado do ano, de janeiro a novembro de 2013, o comércio paranaense permaneceu com o melhor desempenho entre os estados do sul e sudeste do País, com avanço de 7% das vendas reais, bastante acima da média nacional que cresceu 3,6%. As vendas reais do comércio varejista regional no período ficaram acima da média do país, com acréscimos de 6,1%, contra 3,8% para a média nacional. Foi a segunda melhor performance entre os estados do sul e sudeste do Brasil, atrás apenas do Rio Grande do Sul.

Comente